terça-feira, 12 de setembro de 2017

O Diário da Matriz parabeniza lançamento do livro!

"O DIÁRIO DA MATRIZ" vem agradecer em nome da história de São Bernardo ao nosso jovem conterrâneo Felipe Costa Silva, nosso futuro Pároco, pela obra que acaba de publicar MATRIZ DE SÃO BERNARDO DE CAPELA A SANTUARIO (Mais que um livro, uma historia).
Nem sempre estamos onde gostaríamos de estar, porque o tempo nem sempre obedece nossos ditames e algumas vezes se comporta como nosso algoz.
Digo tudo isso para lamentar minha ausência ao lançamento do livro “MATRIZ DE SÃO BERNARDO DE CAPELA A SANTUÁRIO” desse nosso jovem e brilhante conterrâneo FELIPE COSTA SILVA.
Todos nós sabemos da importância que teve e tem a Igreja de São Bernardo na construção da história de nossa gente. Faltava-nos um documento que possibilitasse a todos imergir nesse universo histórico e entender, na linha do tempo, como esse edifício foi se tornando realidade.
Esse foi o desafio dessa obra que urdida na historiografia, não se torna uma leitura fadigosa, mas, ao contrário, a sua leveza prende-nos nessa agradável viagem através do tempo.
Mas a obra tem pretensões maiores, e ousa ir além. O que poderia sugerir, pelo titulo, tratar-se de estudo de cunho eclesiástico, logo deixa transparecer a abrangência dos seus objetivos, tomando direção que ultrapassa os limites do religioso para se imiscuir numa viagem que abrange saberes antropológicos, da sociologia e da história.
Na busca da origem dos Anapurus, habitantes primeiro do Baixo Parnaíba, o Autor, numa pesquisa bibliográfica rica, mostra de maneira simples e esquematizada as correntes migratórias que levaram a construção dessas etnias. Essa ousada atitude possibilitará que outros estudos sigam nessa direção, ao despertar na nossa juventude acadêmica o interesse pela pesquisa.
O Autor, embora membro da Igreja, não se foge à polêmica das lendas e dos mitos que povoam a historia dos filhos de Loyola, o Santo Espanhol, da Companhia de Jesus, na sua missão de catequizar os silvícolas. Analisa-as à luz da sua importância na concepção e consolidação do Cristianismo nas terras da América.
O estudo das fontes documentais da Igreja e dos documentos públicos constitui-se o ponto forte da obra, na sua determinação de traçar a trajetória temporal da Igreja de São Bernardo, dos seus primórdios como construção precária – edifício e palha e taipa – até o Santuário Majestoso que o suor do povo bernardense e a determinação do Cônego Nestor de Carvalho Cunha legaram à posteridade. 
Nessa busca documental, mostra-nos, o Autor, o funcionamento da igreja como instituição ligada ao Estado. A sua importância na formação dos núcleos habitacionais e na construção de um sistema de governança e administração dessas comunas. A Igreja Católica, pode se afirmar, que na sua determinação de difundir a fé, teve participação decisiva na construção dessa grande Nação.
Mais se poderia dizer dessa obra que, como todo grande livro, não se mede pelo numero de páginas, mas pelo conteúdo que alberga. A dificuldade que o Autor encontrou, pela pobre bibliografia relativa a nossa Cidade, outros não a terão na mesma magnitude: MATRIZ DE SÃO BERNARDO DE CAPELA A SANTUÁRIO” representa a pedra fundamental para tantos quantos se propuserem construir sobre ela um monumento ao passado e ao futuro de nossa terra.
Esse livro estava fazendo falta. Ainda bem que chegou. Obrigado Felipe e parabéns pelo feito.

PÁDUA SOUSA

Nenhum comentário:

Postar um comentário